Navegação

Cobertura das eleições 2010

Este é o estudo que deu origem ao MANCHETÔMETRO – a análise de valências da cobertura jornalística da eleição presidencial de 2010 – que só agora é publicado no site. É importante destacar que neste estudo foram analisadas todas as matérias sobre eleições e política publicadas nos jornais Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo e O Globo, capa e miolo.

Fizemos o estudo da cobertura da eleição de 1998 para testar a hipótese de que a mídia teria o papel de contrapoder no Brasil. Tal hipótese foi claramente refutada. Agora, com o estudo da cobertura da eleição de 2010 investigamos se o padrão de viés observado em 2014, na atual cobertura, se assemelha ao da eleição passada, na qual tivemos também a candidata do PT enfrentando um candidato do PSDB no segundo turno. Para tal é importante comparar os padrões de viés contrário a candidatos e partidos, em cada uma das eleições, e também a dinâmica de cobertura de escândalos, característica hoje marcante no jornalismo político brasileiro. Será que houve viés em 2010? O viés seria comparável ao que constatamos em 2014 em intensidade? Os objetos de viés negativo seriam os mesmos em 2010? Examinem os gráficos, e tirem suas próprias conclusões.

Clique nos links abaixo para visualizar os dados:

Escândalos

Candidatos

Partidos

Capas

Jornais