Navegação

Dilma Rousseff

Nesta página encontram-se os gráficos que representam a cobertura agregada dos três jornais impressos estudados (Folha de S. Paulo, O Globo e Estado de S. Paulo) e do Jornal Nacional no que toca a presidente Dilma Rousseff. Primeiro, apresentamos séries temporais semanais que correspondem ao acumulado de textos favoráveis, neutros e contrários a Dilma nas capas dos jornais impressos e também no noticiário televisivo a partir de 27 de outubro, dia seguinte ao segundo turno da eleição presidencial.

A operação Lava Jato recebe atenção especial por meio de um gráfico que mostra as valências atribuídas a Dilma Rousseff nos textos e matérias que tratam do escândalo.

Apresentamos também um estudo dos textos publicados nas páginas de opinião dos jornais impressos. Nele, levamos em conta a valência de editoriais, colunas e artigos de opinião que mencionam Dilma Rousseff.

Os gráficos desta página são atualizados semanalmente.

Valências jornais impressos

No gráfico abaixo temos o número de textos favoráveis, neutros e contrários em relação a Dilma Rousseff ao longo das últimas doze semanas.

 

Valências Jornal Nacional

No gráfico abaixo temos o número de matérias favoráveis, neutras e contrárias em relação a Dilma Rousseff exibidas no Jornal Nacional ao longo das últimas doze semanas.

 

Dilma e a Operação Lava Jato: Jornais impressos

No gráfico abaixo apresentamos o número de textos sobre a operação Lava Jato que mencionaram Dilma Rousseff, presentes nas capas dos jornais, classificados de acordo com a valência atribuída à presidenta ao longo das últimas doze semanas.

 

Dilma e a Operação Lava Jato: Jornal Nacional

No gráfico abaixo apresentamos o número de matérias sobre a operação Lava Jato que mencionaram Dilma Rousseff classificadas de acordo com a valência atribuída à presidenta ao longo das últimas doze semanas.

 


Páginas de opinião

Os gráficos abaixo tomam como base os textos publicados nas duas páginas de opinião constantes em cada um dos jornais impressos. Essas páginas têm uma estrutura muito similar nos três periódicos. São compostas de editoriais, artigos de opinião e colunas e expressam a posição do jornal e as opiniões que sua editoria considera mais relevantes.

No jornal O Estado de S. Paulo, A2 e A3 são as páginas de opinião. A primeira, denominada Espaço Aberto, contém dois artigos de opinião cujos autores variam. Já a segunda, denominada Notas e Informações, contém 3 editoriais. A sessão intitulada Fórum dos Leitores, que ocupa o rodapé de ambas as páginas, não é analisada.

No jornal Folha de S. Paulo, também as páginas A2 e A3 são destinadas a textos de opinião. Na A2 há dois editoriais e quatro colunas assinadas por articulistas fixos. Na A3, a sessão intitulada Tendências/Debates apresenta dois artigos de opinião de pessoas não ligadas ao jornal. As charges, publicadas na página A2, e a sessão Painel do Leitor, publicada na página A3, não são analisadas.

Em O Globo, a sessão Opinião ocupa a antepenúltima e a penúltima páginas do primeiro caderno. A antepenúltima página tem no topo um ou dois editoriais, dentro de um box que leva o título Opinião. Esporadicamente o jornal dedica o segundo texto dessa seção a uma opinião contrária à do próprio jornal. O espaço abaixo do box e de toda a penúltima página é tomado por artigos de opinião de articulistas fixos do jornal (Elio Gaspari, Zuenir Ventura, Roberto DaMatta, etc) e de convidados eventuais.

Editoriais

No gráfico abaixo, apresentamos o número de editoriais que mencionaram Dilma Rousseff classificados de acordo com a valência atribuída à presidenta ao longo das últimas doze semanas.

 

Artigos de opinião

No gráfico abaixo, apresentamos o número de artigos de opinião que mencionaram Dilma Rousseff classificados de acordo com a valência atribuída à presidenta ao longo das últimas doze semanas.

 

Colunas

No gráfico abaixo, apresentamos o número de colunas de opinião que mencionaram Dilma Rousseff classificadas de acordo com a valência atribuída à presidenta ao longo das últimas doze semanas.