15/07/2018 -

Entre os dias 26 de junho e 2 de julho de 2018, as 145 páginas que monitoramos publicaram 5.204 posts, que geraram 3.428.284  compartilhamentos. As páginas que mais postaram naquela semana foram: Revista IstoÉ (212 posts), Rede Globo (205 posts) e Fora Temer (200 posts).

Tabela 1: 20 posts mais compartilhados da semana (26/6/2018 a 2/7/2018)[1]

semana 34

Os 20 posts da tabela acima concentram 18% do volume total de compartilhamentos alcançado pelas 145 páginas ao longo do período. O recurso mais usado nesses posts foi a foto (85%), seguida do vídeo (15%).

O posts mais compartilhado da semana é do Ranking dos Políticos. Este traz uma seleção de acontecimentos políticos durante a primeira fase da Copa, como a soltura de José Dirceu e de João Claudio, ex-tesoureiro do Partido Progressista, a absolvição de Gleisi Hoffman (PT-PR), o reajuste de 10% nos planos de saúde e de 27% no gás natural em Santa Catarina, a concessão de liminar de soltura para Eduardo Cunha, o aumento de 5% para o judiciário estadual do Rio de Janeiro, o aumento do auxílio-esposa para os vereadores de São Paulo, e o arquivamento do inquérito contra Aécio sobre Furnas, por Gilmar Mendes.

A página Vem Pra Rua Brasil é quem teve o melhor desempenho, ocupando 16 posições entre as 20 de nossa lista. Todos os seus posts trazem foto acompanhada de texto que alvejam o Judiciário, com destaque para as decisões da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal que envolvem o Partido dos Trabalhadores (PT) e a Operação Lava Jato. Dez posts dedicam-se exclusivamente ao PT. Nestes, criticam a soltura de José Dirceu, a absolvição de Gleisi Hoffman e a possibilidade de libertar Lula. No que concerne esse último ponto, é interessante como o grupo inverte a famosa frase de Sergio Machado acerca do “grande acordo nacional” que viabilizou o impeachment de Dilma “com supremo, com tudo”, afirmando que há um movimento para salvar Lula, Aécio e Temer. Foram veiculadas ainda duas enquetes pelo Vem Pra Rua. A primeira sugeria o impeachment de Gilmar Mendes e a segunda propunha um plebiscito que possilitasse a desitituição dos juízes do STF.

Dentre os posts restantes, temos uma propaganda do MEC do programa Hora do Enem, a capa da Revista Isto É sobre “a morte da Lava Jato” e a publicação da Mídia Ninja, que reproduz um trecho da participação da presidenciável Manuela d’avila (PC do B) no programa Roda Viva. Neste, a presidenciável ganha “óculos pretos” ao responder a pergunta de Frederico Davilla sobre a castração química: “Sabe como a gente diminui o estrupro no Brasil? Não votando em candidato que defende que mulher pode ser estuprada”.

Em resumo, observamos que ao longo da Copa do Mundo da Rússia, o debate político no Facebook segue dominado pelas páginas da nova direita. Na última semana de junho, chamou a atenção particularmente a atividade do Vem Pra Rua, que escolheu como principais alvos o STF e o PT. É preciso notar que o STF somente foi atacado por ter exarado decisões favoráveis aos petistas. Isto é, a nova direita continua concentrando seu fogo sobre Lula e o PT. Será que esse padrão vai continuar ao passo que nos aproximamos do período oficial das campanhas eleitorais?

[1] Dois posts de Adilson Barroso – Ambientalista. foram excluídos da lista por fugirem ao tema do monitoramento.