01/08/2019 -

Por Eduardo Barbabela, Juliana Gagliardi, Natasha Bachini e João Feres Jr.

dia52

No 52° dia de cobertura, as edições diárias dos jornais deram pouco espaço ao escândalo, com apenas 11 textos. A divulgação de reclamações dos suspostos hackers de terem sofrido maus tratos e o ato de Glenn Greenwald na Associação Brasileira de Jornalistas foram os principais assuntos relacionados à Vaza Jato.

O GLOBO

glb

O Globo traz apenas um texto sobre a Vaza Jato. O diário apresenta três notícias em uma mesma reportagem: o evento de Glenn, informações sobre a prisão dos hackers e o vídeo de Rodrigo Maia criticando vazamentos de agentes públicos.

ESTADÃO

esp

O Estadão mantém sua cobertura tímida, com apenas quatro textos. Em reportagem, o jornal destaca a nota da Agência Nacional de Jornais que defende a liberdade de imprensa nos casos das mensagens da Intercept. Em outra reportagem, o diário afirma que a Polícia Federal irá apurar a ação dos hackers, principalmente se foi paga com bitcoins.

FOLHA

fsp

A Folha de São Paulo também apresenta uma cobertura acanhada, com apenas 6 textos. Em reportagem, o ato a favor de Greenwald na Associação Brasileira de Imprensa é noticiado. Em sua fala, o jornalista critica as declarações do presidente Jair Bolsonaro. O diário também noticia que o Bolsonaro teria divulgado um vídeo editado com perguntas da Folha, omitindo o contexto das mesmas.

JORNAL NACIONAL

Na edição de ontem (30/7) do Jornal Nacional foi transmitida uma matéria (193s) sobre a manutenção da prisão temporária dos suspeitos de hackearem celulares de autoridades. A matéria dedica-se a falar sobre a prisão e a maneira com a qual os suspeitos estão sendo tratados. Não há nenhuma menção à Vaza Jato ou ao conteúdo das mensagens vazadas de modo geral.

 

FACEBOOK

 

CONCLUSÃO

Sem novas informações sobre o hacking ou novas mensagens vazadas, a Vaza Jato começa a perder espaço nas páginas dos jornais. Com o desenrolar das investigações e com a publicação de novas mensagens, vejamos como a grande mídia reagirá.